468x60_zanox_10OFF


Brasileirão 2013 Heverton, em partida pela Portuguesa no Brasileirão 2013.

Publicado em 12.12.2013 16:04 por Thiago Rodrigo Alves Carneiro

Virada de Mesa no Campeonato Brasileiro 2013

Uma bomba está prestes a explodir. Tudo começou em uma noite de terça-feira, 10 de dezembro, exatamente dois dias após o término do Brasileirão 2013. O rebaixamento inédito de dois grandes clubes cariocas, Fluminense e Vasco, não terminaria exatamente desta forma e o Fluminense tem a chance de não “pagar o boleto” da série B que deve há mais de década.

Entenda o caso

Nos bastidores, o Fluminense  conseguiu encontrar irregularidades nas escalações de Portuguesa e Flamengo na última rodada do Campeonato Brasileiro. André Santos, do Flamengo, e Héverton, da Portuguesa, foram denunciados por atuarem irregularmente nos jogos Flamengo 1 x 1 Cruzeiro, no sábado de 07 de dezembro, e Portuguesa 0 x 0 Grêmio, no domingo 08 de dezembro. O julgamento será na segunda-feira, 16 de dezembro de 2013, às 17hs, e cada clube poderá perder 4 pontos (3 pontos por jogo irregular e 1 ponto conquistado na partida), mudando a classificação final do Brasileirão 2013. Mesmo que condenados, Portuguesa e Flamengo poderão recorrer em novo julgamento na segunda instância, o qual deve ocorrer ainda em 2013.

No caso do meia Héverton, a irregularidade denunciada deve-se ao fato dele ter sido expulso após o jogo Bahia 1 x 0 Portuguesa, na 36a rodada do Brasileirão, e ter sido condenado pelo STJD em dois jogos de suspensão em sessão do STJD na sexta-feira anterior a última rodada. Apesar da suspensão automática, cumprida na rodada seguinte no jogo Ponte Preta 0 x 2 Portuguesa, o jogador da Lusa deveria ter cumprido o segundo jogo ao qual foi condenado na partida contra o Grêmio, onde atuou por cerca de 15 minutos ao substituir o atacante Wanderson.

Segundo o clube paulista, o advogado Dr. Osvaldo Sestário Filho, que defende ao menos duas dúzias de clubes em julgamentos do STJD e trabalha para a Portuguesa há 9 anos por indicação da CBF, havia avisado ao Departamento Jurídico da Portuguesa que o jogador havia sido condenado em somente um jogo, tendo condições de atuar.

Na situação de André Santos, zagueiro do Flamengo, a expulsão no último jogo da final da Copa do Brasil deveria ser cumprida em jogo do Campeonato Brasileiro, somente após condenação pelo STJD. Na ocasião, a equipe carioca venceu o Atlético-PR por 2 a 0 e garantiu o título da competição e uma vaga na Libertadores, mas o término da competição não invalida o cumprimento da suspensão em jogo de outra competição organizada pela CBF.

O rubro-negro carioca não relacionou o zagueiro André Santos para o jogo contra o Vitória, na 37a rodada do Brasileirão, jogo subsequente ao título da Copa do Brasil. Entretanto, condenado na mesma sessão que o meia da Lusa, deveria ter cumprido a automática somente após condenação, no jogo da última rodada contra o campeão brasileiro Cruzeiro.

Você acha que a Portuguesa perderá pontos pelo ‘caso Héverton’?

  • Sim e vejo que está correto. (45%, 175 Votos)
  • Não e acho um absurdo se perdesse (34%, 132 Votos)
  • Sim, mas não deveria perder. (17%, 67 Votos)
  • Não, mas deveria perder. (4%, 11 Votos)

Total de Votos: 385

Loading ... Loading …

Posições de Portuguesa e Flamengo

A Portuguesa argumenta que os efeitos do julgamento de Héverton só ocorrem após a publicação da decisão no site do STJD, enquanto o Flamengo se defende dizendo que André Santos havia cumprido a automática no jogo contra o Vitória, na 37a rodada, antes do julgamento do Tribunal Desportivo.

Infográfico - Entenda o caso Héverton

Tags: , , , ,




Topo ↑

Close
Virada de Mesa nas Redes Sociais
Se você quer preservar a história do nosso futebol, curta nossa fan page no Facebook